Saúde Natural


Enzimas e a sua importância em nossa vida.

Hilton Claudino é Fitoterapeuta, trofoterapeuta e naturoterapeuta
Tel 012 3883-1011 – WhatsApp 12 98117-3044 – loja.hiltonfito.com.br

Enzima alfa-amilase. Estrutura molecular 3D

Enzima alfa-amilase. Estrutura molecular 3D

As enzimas são substâncias que tornam a vida possível, elas são necessárias para todas as reações químicas que ocorrem no corpo físico, para todos os processos fisiológicos, são indicadores de saúde e longevidade.

Sem enzimas no nosso corpo nenhuma atividade acontece, nem vitaminas, nem minerais e hormônios conseguem cumprir suas funções. As enzimas são necessárias para todas as células do nosso corpo, são elas que lhes dá sustentação.

As enzimas digestivas estão estritamente relacionadas com a saúde do sistema digestivo, elas quebram os carboidratos, proteínas e gorduras, o que permite a absorção de nutrientes que tanto o nosso organismo necessita, e outro fato importante, a falta de enzimas digestivas conduz a uma série de enfermidades gastrointestinais e desnutrição, mesmo que a sua dieta seja saudável.

Os principais tipos de enzimas digestivas são:

Amilase: decompõe carboidratos ou amidos em moléculas de açúcar. A sua carência pode conduzir a estados de diarreias.

Lipase: Trabalha com a bile do fígado para quebrar as gorduras. Se você não tiver lipase suficiente, irremediavelmente terá falta das vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K.

Protease: quebra as proteínas em aminoácidos. Também ajuda a manter bactérias, leveduras e protozoários fora do intestino.

A falta de protease pode levar a alergias ou toxicidade no intestino.

Ao comermos alimentos vivos, ou seja, crus ou os brotos germinados nós nos abastecemos de enzimas, dessa forma, a digestão é facilitada e evita gastar as nossas próprias reservas.

Os alimentos cozidos no sistema convencional, tornam-se pobres, desvitalizados, não contém o mínimo de nutrientes que o organismo necessita no dia a dia. Essa carência de enzimas na comida é uma das maiores razões do envelhecimento e da morte precoce, e o maior responsável pelas doenças que acomete o corpo físico.

Dentre os processos conhecidos de cozimento, o melhor deles, apesar de ser um sistema milenar, é o sistema de cozimento a vapor, sistema pelo qual os alimentos são cozidos com o calor da água, eles não são agredidos como no sistema convencional.

Outra verdade, o nosso organismo funciona por intermédio de mais de 5000 enzimas. A partir dos 20 anos de idade a produção de enzimas começa a decrescer na proporção de 13% a cada 10 anos, pois bem, por termos uma reserva limitada de enzimas, essa condição nos faz morrer quando as enzimas acabam.

O que naturalmente faz aumentar os níveis de enzimas no nosso organismo:

– Ingerir alimentos vivos, ou seja, crus, ou cozidos no sistema a vapor, e mastigá-los bastante (retarda o envelhecimento).

– Comer alimentos com baixo valor calórico.

– Não usar gomas de mascar.

Exemplo de alimentos ricos em enzimas:

A maior fonte de enzimas sem dúvida alguma são os Brotos e Sementes germinadas, como os brotos de Abóbora, de Alfafa, de Agrião, de Gergelim, de Girassol, de Feijão Moyashi, de Grão-de-bico, de Soja, de Trigo, de Linhaça (contém os hormônios estrogênio e testosterona), entre outros.

– Pólen de abelhas, mel, geleia real, própolis.

– Vinagre Natural de Fruta Maçã orgânico.

– Iogurte natural, que em sua composição não contenha substâncias químicas.

– Frutas: Abacaxi, manga, mamão, abacate, maçã, Kiwi, banana, melão, uvas, etc.

– Azeite Extra Virgem de Oliva, com teor de acidez abaixo de 0,5%.

– Água de coco e Óleo de coco Extra Virgem.

– Vegetais: Pepino com a casca, gengibre, cenoura, couve, repolho, etc.

– Planta Aloe vera (babosa) que pode ser ingerida em forma de suco.

Observações:

– A polpa do coco estimula o organismo produzir enzimas.

– As enzimas são destruídas quando recebe calor acima de 40 graus centígrados.

A influência do mineral zinco.

O mineral zinco tem enorme influência na saúde humana, ela é tão ampla que, torna-se impossível saber por onde começar. Bons níveis de zinco regulam, por exemplo, o desempenho de mais de trezentas enzimas.

Para finalizar, saiba mais essa: Todas as enzimas são proteínas, mas, nem todas as proteínas são enzimas.

Enzimas