Homenagem


JOÃO SOBENKO: inteligência e integridade dedicadas à Apicultura

Radamés Zovaro – Vice-Presidente da APACAME

A Família APACAME sofreu mais uma perda. João Sobenko, sócio número 325, membro desde outubro de 1981 e vice-presidente da nossa associação de 2016 a 2018 e presidente de 2018 a março de 2020, faleceu em julho deste ano em Curitiba.Figura_1_Sobenko

Nascido em 1926, na cidade de Mallet (PR), Sobenko era formado em Matemática pela Universidade Federal do Paraná e lecionou em diversos colégios da região. Na década de 1960, transferiu-se para São Paulo, onde, além de lecionar, também foi funcionário público, exercendo a atividade de Agente Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo.

Sobenko iniciou a atividade apícola em 1981 e no ano de 1982 fez um curso de Apicultura, com a família Zovaro, na cidade de Caieiras (SP), onde eu e meu pai, Luiz Zovaro, éramos os organizadores e professores do curso, que tinha a duração de cinco semanas, com aulas teóricas e práticas em nossos apiários. Após o término do curso continuamos amigos, e passamos a ter um relacionamento ainda mais próximo graças às nossas participações na APACAME.

Em seu sítio no município de Mairiporã(SP), Sobenko produzia mel e fazia experiências com bebidas, como cervejas, digestivos e refrigerantes para divertir os amigos. Era comum nas viagens de ônibus levar um licor produzido por ele para distribuir e alegrar a todos. Era um grande companheiro nas viagens: conheceu o mundo, acompanhando tudo e a todos, participando dos congressos nacionais e internacionais de Apicultura. Foi também colaborador da Meliponicultura, e criou a Caixa Sobenko, com um design próprio de colmeia para as abelhas Jataí (Tetragonisca angustula angustula), ainda hoje comercializado na loja da associação.

Em toda a sua vida morou sozinho, mas jamais foi solitário. Homem de grande inteligência e integridade, produziu e compartilhou muito conhecimento e sempre manteve uma ótima relação com familiares e amigos, tornando-se companheiro imprescindível para a família APACAME. João Sobenko já está fazendo falta.

“Vá em paz, amigo das abelhas, cuidar de Apicultura. Agora em outras paragens!”