Notícia


Europa apoia a proibição de três inseticidas perigosos para as abelhas

Fonte: http://www.ecoavant.com

Imagem internet google.

Imagem internet google.

A Comissão do Meio Ambiente do Parlamento Europeu nessa quinta-feira 22/06/2017 rejeitou as objeções levantadas contra a proposta da Comissão Europeia de proibir três inseticidas Neonicotinóides perigoso para as abelhas.

Especificamente, a Comissão Europarlamentar rejeitou as objeções contra a proibição do Tiamtoxam com 43 votos contra, 8 a favor e 7 abstenções, contra o Imidacloprid (43 contra, 9 a favor e 6 abstenções) e a Clotianidina (43 votos contra, 8 votos a favor e 6 abstenções), conforme relatado pela Comissão em sua conta no Twitter.

Responsável pela campanha da agricultura Greenpeace na Espanha, Luís Ferreirim, sublinhou que “cada vez mais provas científicas demonstram os danos que esses inseticidas causam as abelhas e outras espécies”, e pediu a Ministra da Agricultura e Pesca, Alimentação e Ambiente, Isabel García Tejerina, para defender a proteção das abelhas e bioodiversidad e posicionar-se a favor de uma proibição total de neonicotinóides”.

Por mais de 20 anos denunciando o perigo de inseticidas Neonicotinóides. Quanto mais danos temos que sofrer, antes da proibição total dos Neonicotinóides?” Perguntou em um comunicado, Luís Ferreirim.

O Greenpeace ressaltou que as abelhas e outros polinizadores são “essenciais” para o equilíbrio ecológico e do planeta,para a biodiversidade e a segurança alimentar, mas afirmou que as suas populações estão em declínio pelo uso massivo de pesticidas sintéticos na agricultura industrial entre outros fatores.