Notícia


Produção de pólen é alternativa de renda para apicultores no Norte de Minas

Fonte: SENAR MINAS

Afonso Santos Oliveira é apicultor desde 2012 e tem na produção de mel a sua principal fonte de renda. Membro das diretorias da Cooperativa dos Apicultores do Norte de Minas e das Associações de Apicultores de Bocaiúva (APIBOC) e de Guaraciama (APIGUA), ele é um dos 30 apicultores participantes do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG / Apicultura do Sistema Faemg/Senar Minas, atendido com o treinamento de produção de Pólen, realizado no final de maio em Bocaiuva.Figura-Producao

A pretensão de Afonso é passar a comercializar o pólen. Ele diz que, com as chuvas desse ano na região, que ultrapassaram a média dos últimos anos, houve uma queda na produção e no preço do mel – assim, o pólen passou a ser mais uma alternativa de ganho para os apicultores do Norte de Minas.

Segundo o técnico de campo do Programa ATeG em Bocaiuva, o tecnólogo em Apicultura e técnico em Agropecuária Júlio César Pereira, já tem apicultor produzindo pólen em quantidade e qualidade para a comercialização. “O pólen, também chamado de ‘pão das abelhas’, é muito valorizado no mercado. Ele apresenta em sua composição grande quantidade de aminoácidos essenciais, ácidos graxos, vitaminas, oligoelementos, fibras vegetais, minerais e moléculas proteicas como os flavonoides. Hoje o quilo custa em média R$100,00”, explica.

Ainda segundo o técnico, a apicultura oferece várias opções de produção. As abelhas podem produzir, além do mel, a própolis, a geleia real e a cera.  “É uma atividade sustentável e que tem baixo custo de implantação e manutenção. A região também possui uma excelente florada nativa de várias espécies, fontes de pólen e néctar para alimentação das abelhas”, disse.

Desenvolvimento na região

Participaram do treinamento, oferecido pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Bocaiuva em parceria com o Sistema Faemg/Senar Minas, 10 apicultores dos municípios de Bocaiuva, Guaraciama e Montes Claros.

«É importante salientar que, desde 2015, estamos aumentando gradativamente as capacitações de produtores e trabalhadores rurais e estamos participando ativamente, junto com outras entidades, de ações e projetos em prol do desenvolvimento desta cadeia produtiva na região», acrescentou o gerente regional do Sistema Faemg/Senar Minas em Montes Claros, Dirceu Martins.