Editorial


TEMPOS DE REFLEXÃO

Esses são tempos de reflexão sobre a apicultura brasileira, tivemos um aumento nas vendas nos últimos meses, com todo o estoque esgotado não há mais produtos no mercado até a próxima safra, e os que existem estão esperando o aumento dos preços para negocia-lo, deve-se tomar muito cuidado para não prejudicar principalmente o mercado interno, que tem de ser preservado, sabe-se também que o mercado controla o preço dos produtos apícolas, porém deve-se manter o mercado conquistado recentemente.

Os brasileiros estão aprendendo a consumir os produtos das abelhas, isso é muito importante, porém não podemos deixar que os mesmos sejam explorados com preços absurdos, os apicultores precisam ser bem remunerados pelo trabalho que fazem, não faz sentido um apicultor receber cerca de R$ 15,00 por quilo de mel e ver esse produto sendo vendido em torno de R$ 70,00 a R$ 80,00 no mercado por pessoas que só tem o trabalho de envasar e vender. O melhor seria o produtor vender seu produto direto ao consumidor para evitar essa disparidade, mas nem sempre é possível produzir e vender direto ao consumidor final, vamos fazer essa reflexão para não deteriorar o nosso mercado, procurando assim melhorar ainda mais, porque é nele que temos de manter o tempo todo ativado com produtos de qualidade das nossas fantásticas abelhas.

Uma associação se faz com associados. “e que as abelhas sejam motivos de reunião e união entre os homens”.

Eloi Viana da Silva – presidente executivo.