Artigo


COMO UMA ABELHA VÊ

Fonte: Chiara Fei Veterinária de ecocolmena <https://ecocolmena.com/como-ve-una-abeja-el-aparato-visual-de-las-abejas/>.

O aparato visual da Apis mellifera

As abelhas adaptam sua visão com base em seu voo ou na busca de alimentos e três olhos primitivos adicionais a ajudam a conhecer a hora solar. O fotografo Craig P. Burrows captou em fotografia como as abelhas veem as flores.figura1-Como-uma-Abelha

Aparato visual

O aparato visual das abelhas é composto por dois grandes olhos compostos localizados na posição dorso-lateral da cabeça e três pequenos ocelos (olhos pequenos) organizados em um triângulo na frente da cabeça.

Olhos Compostos

Os olhos compostos são constituídos por um conjunto de unidades ópticas simples, com cerca de 6000 unidades, chamadas omatídios1. Cada uma dessas unidades captura uma porção pequena e específica do campo visual que envia ao sistema nervoso, que processa e forma uma única imagem. composto por milhares de pontos, como se fosse um mosaico. A imagem gerada não é nítida, por isso as abelhas precisam se aproximar de uma distância de 5 cm de uma flor para distingui-la das plantas e folhas; embora para este trabalho eles usem outros sentidos 

Percepção de cores

Olhos compostos constituído por mais de 6.000 omatídios. Em biologia, omatídeos são unidades formadoras dos olhos compostos de um artrópode.

Olhos compostos constituído por mais de 6.000 omatídios. Em biologia, omatídeos são unidades formadoras dos olhos compostos de um artrópode.

Outro fator importante é a percepção das cores que está intimamente relacionada à polinização das plantas com flores. As abelhas têm maior sensibilidade a comprimentos de onda mais curtas do espectro visual e menor sensibilidade a comprimentos de onda longas, isso significa que as abelhas percebem as cores do mundo que as rodeia de maneira muito diferente dos vertebrados.

As flores polinizadas por abelhas são geralmente azuis ou amarelas, nunca vermelhas. Essa característica deve-se ao fato de que abelhas enxergam o ultravioleta, e não conseguem ver o vermelho.

As flores aproveitam essa sensibilidade visual das abelhas para seu próprio benefício. Para os olhos humanos, as pétalas podem parecer uniformes em cores, mas possuem áreas que refletem a luz ultravioleta que guia as abelhas para a fonte de pólen, garantindo a polinização.

Diferente é a situação na percepção de comprimentos de onda longas que estimulam muito pouco os omatídios1, o que deriva que uma flor que aos olhos humanos possa parecer vermelha, uma abelha a perceberá como preta.

As abelhas possuem receptores de cores, permitindo que percebam cores que é impossível para nós experimentarmos ou até imaginar.

As abelhas possuem receptores de cores, permitindo que percebam cores que é impossível para nós experimentarmos ou até imaginar.

Velocidade

Para as abelhas, a percepção das cores também depende de outro fator, a velocidade do voo; quando estão em alta velocidade, não percebem as cores; só são percebidas quando se aproximam e lentamente e dão volta ao redor das flores.

Além disso, o objetivo do voo afeta a percepção das cores, quando as abelhas se movem em direção a uma fonte de alimento, elas têm uma excelente capacidade de discriminar cores, porque o objetivo é encontrar o pólen escondido nas flores mais chamativas.

Mas de volta para a colmeia com a vesícula Melífera cheia, a visão das cores é menos importante, neste caso elas prestam mais atenção a outros fatores, como superar obstáculos ou reconhecer os ambientes onde a percepção das cores se torna supérflua.

Sensibilidade Ótica

O fotógrafo Craig P. Burrows capturou em fotografia como uma abelha vê.

O fotógrafo Craig P. Burrows capturou em fotografia como uma abelha vê.

Além disso, as abelhas, como outros insetos, possuem alta sensibilidade óptica ao movimento, ou seja, movimentos pequenos e rápidos são percebidos de maneira clara e detalhada, como se fossem em câmera lenta. Essa peculiaridade seja útil para identificar e seguir outras abelhas em movimento rápido, como ocorre em voos nupciais ou quando enxameiam.

Também interceptam os movimentos rápidos causados pelo vento nas flores menores ou menos coloridas que competem com as flores maiores e mais atraentes para serem polinizadas.

Visão Polarizada

Os fotorreceptores (ocelos) não percebem imagens, mas apenas a intensidade da luz, incluindo a luz polarizada para que possam localizar o sol também em dias com condições nubladas e por isso que eles são tão importantes para sua orientação.

As abelhas ao entardecer aproveitam essa percepção da intensidade da luz solar para estimar a hora do dia e calcular se têm tempo suficiente para percorrer a distância de volta à sua colônia.