Editorial


CONBRAPI / 2016. UM MILAGRE?

Estamos dedicando parte desta edição ao 21º Congresso Brasileiro de Apicultura e 7º Congresso Brasileiro de Meliponicultura realizados no período de 04 a 07 de maio de 2016, na cidade de Fortaleza – CE.

Se existem milagres a realização destes eventos foi um deles.

Inegavelmente que neste caso, o crédito é do Presidente da Comissão Executiva, José Xavier Leal Neto; do Presidente da Confederação Brasileira de Apicultura – CBA, José Soares de Aragão Brito e da Presidente da Comissão Científica da CBA, Profa. Dra. Lídia Maria Ruv Carelli Barreto e dos palestrantes que se dispuseram em comparecer voluntariamente aos eventos, viabilizando a sua realização.

Se de um lado a eleição de um novo local para a realização dos próximos congressos brasileiros de apicultura e meliponicultura com a antecedência de quatro anos é boa, pois dará templo de sobra para organizar os eventos, corre-se o risco das mudanças políticas que, no Brasil, ocorrem semanalmente.

Antigamente tínhamos a realização do congresso brasileiro de apicultura a cada dois anos e nada mais.

Hoje temos os congressos brasileiros a cada dois anos; os Congressos Estaduais de Apicultura e Meliponicultura que ocorrem anualmente, pois todos os estados querem fazer o seu o que acarreta a sobreposição de datas ou a realização de dois eventos no mesmo mês.

Bem, não é preciso dizer que o dinheiro público acabou no ralo da corrupção e os recursos governamentais que abasteceram alguns congressos anteriores estão escassos. O apicultor ou meliponicultor tem que ser muito seletivo para participar de um evento apícola, uma vez que não tem fôlego econômico para participar de todos os eventos que são realizados no Brasil.

De outro lado não há produção acadêmica para atender tantos eventos ocasionando a repetição na apresentação dos trabalhos científicos de um evento para outro.

Desta forma o que se vê é o esvaziamentos dos congressos brasileiros Tanto no que se refere aos congressistas, como na apresentação dos trabalhos científicos inéditos.

Daí chega-se a conclusão de que a realização do CONBRAPI / 2016 foi um milagre dos santos Xavier, Aragão, Lídia e de todos os anjos da guarda que, voluntariamente, tornaram possível a realização dos Eventos que foram um sucesso! Amém!

Constantino Zara Filho – Presidente Executivo