Congresso


O XXI Congresso Brasileiro de Apicultura e VII Congresso Brasileiro de Meliponicultura e seu Legado.

Profa. Dra. Lidia Maria Ruv Carelli Barreto – Presidente da Comissão Técnico Cientifica da CBA

Maio de 2016, dois anos se passaram e toda comunidade apícola e meliponícola se encontra. É bem verdadeira a preocupação de todos com a realização do evento frente a crise econômica/financeira pela qual passa nosso país! Mas, felizmente a classe guerreira, com bravura, pode demonstrar sua força com expressiva presença no maior evento Apícola e Meliponícola do Brasil.

O XXI Congresso Brasileiro de Apicultura e VII Congresso Brasileiro de Meliponicultura foi um momento de grandes encontros, grandes trocas de conhecimentos, revemos nossos amigos, nossos pares e conhecemos um maior número de profissionais da área.

O legado deixado pelo evento, tem seus números técnico e científicos, que citaremos:

Quanto as áreas científicas:

Foram realizados lançamentos de livros,

Apresentados 270 trabalhos científicos distribuídos em 14 grandes áreas que contemplou os seguintes temas:

1 – Apiterapia, Ensaios “In Vitro”, Físicos, Químicos e Biológicos;

2 – Biodiversidade;

3 – Biologia, Morfologia, Comportamento e Melhoramento Genético;

4 – Boas Práticas e Segurança no Trabalho Com as Abelhas;

5 – Flora Apícola, Meliponícola e Polinização;

6- Qualidade Físico-Química e Microbiológica dos Produtos da Colmeia;

7 – Sanidade;

8 – Efeitos dos Agroquimicos Sobre Abelhas e Produtos;

9-Sustentabilidade, Desenvolvimento, Perfis e Levantamento Socioeconômicos, Econômia Criativa e Solidaria, Educação Ambiental;

10 -Tecnologia da Produção;

11 -Tecnologia do Processamento;

As grandes novidades temáticas foram:

12-Educação, Profissionalização na Apicultura e Meliponicultura;

O Congresso inovou também discutindo a Educação e a Profissionalização na Apicultura e Meliponicultura brasileira, constatando a existência de Cursos Técnicos em Apicultura nível médio sendo ministrados no Nordeste brasileiro, a existência de Curso nível superior o Tecnólogo em Apicultura e Meliponicultura e Curso de Pós-Graduação Latu Senso ministrados no Sudeste brasileiro nas mesma temáticas, sendo a grande oportunidade da profissionalização da classe no Brasil.

13- Registros Técnicos;

Um espaço posto de maneira muito inclusiva para o criador de abelhas, para os autores de instituições apícolas e meliponícolas como: Comunidade, associações, cooperativas e federações, que mesmo não tendo realizado um trabalho com o rigor científico, mas apresentarem registros, memórias, eventos e observações pessoais que contribuíram para enriquecer o congresso eternizando suas preciosas informações.

14 – I Encontro de Iniciação Científica Junior em Apicultura e Meliponicultura – Enic Jr;

Este espaço foi aberto e com grande sucesso! A nova modalidade de apresentação de resumos, voltada para Iniciação Cientifica Junior proporcionou apresentação de maravilhosos trabalhos dos alunos do ensino médio brasileiro! Pudemos constatar aí a grande oportunidade de se pensar no processo sucessório da apicultura e meliponicultura nacional, investindo e abrindo cada vez mais espaço para nossa juventude e que certamente estarão bem mais preparados na atuação profissional da apicultura e meliponicultura do Brasil! Estatisticamente foi o maior percentual de trabalhos enviados, comprovando assertivamente a existência da demanda!

Os Anais do congresso uma vez mais, para baixar custo e maior socialização do conhecimento esta disponibilizado na pagina do CONBRAPI 2016-http://conbrapi2016.com.br e do Brasil Apícola http://brasilapicola.com.br.

Quadro Premiações